23 - 25 FEVEREIRO 2021

programação

mesa

23/02 18h30

Tom Zé

& Marcio Selligman-SIlva

No primeiro dia, dois palestrantes magistrais, internacionalmente conhecidos, formarão uma mesa para provocar a urgência do pensar a partir de nós, do que nos constitui e singulariza.

Captura de Tela 2021-02-01 às 11.10.03.

mesa

24/02 18h30

Tiganá Santana & Luiz Antonio Simas

debate sobre a fundamentalidade das nossas heranças, culturas e tradições que são sistematicamente apagadas ou silenciadas e que são, ao mesmo tempo, elementos primordiais e essenciais da nossa formação/composição enquanto povo, cultura, comunidade e indivíduos.

mesa

25/02 18h30

Elisa Lucinda & Ailton Krenak

uma exibição rara e gratuita do belíssimo documentário Gyuri, de Mariana Lacerda. O filme apresenta a história de luta da fotógrafa suiça Claudia Andujar, sobrevivente do Holocausto e exilada no Brasil , pela preservação e afirmação da cultura, das riquezas e das terras dos povos

música

23/02 20h30

Juçara Marçal & Décio 7

O Cajubi terá um encontro inédito e experimental da incrível Juçara Marçal com o virtuoso músico e produtor Décio 7.

cinema

24/02 20h30

Tiganá Santana

cantor, compositor, poeta, professor e pesquisador, dono de uma voz potente e que é, ao mesmo tempo, um acalanto, Tiganá se destaca no cenário artístico e intelectual pela qualidade do seu trabalho e a autenticidade das suas propostas. Poliglota, compõe e escreve não só nas línguas “coloniais”, mas também nos idiomas nativos africanos

música

25/02 20h30

Letrux

cantor, compositor, poeta, professor e pesquisador, dono de uma voz potente e que é, ao mesmo tempo, um acalanto, Tiganá se destaca no cenário artístico e intelectual pela qualidade do seu trabalho e a autenticidade das suas propostas. Poliglota, compõe e escreve não só nas línguas “coloniais”, mas também nos idiomas nativos africanos

cinema

23/02 21h00

Gyuri

uma exibição rara e gratuita do belíssimo documentário Gyuri, de Mariana Lacerda. O filme apresenta a história de luta da fotógrafa suiça Claudia Andujar, sobrevivente do Holocausto e exilada no Brasil , pela preservação e afirmação da cultura, das riquezas e das terras dos povos

cinema

24/02 21h00

Limiar

Uma mãe acompanha a transição de gênero do filho adolescente. Um documentário autobiográfico sobre o processo de outrem em busca de sua identidade, que afeta essa mãe de formas diversas.

cinema

23/02 21h00

Espero Tua (Re)Volta

Um retrato do movimento estudantil que ganhou força a partir do ano de 2015, ocupando escolas estaduais por todo Brasil. Acompanhando três jovens do movimento e com imagens de arquivo de manifestações desde 2013, o documentário tenta compreender as ocupações e as suas principais pautas a partir do ponto de vista dos estudantes envolvidos.